20 de fevereiro de 2017

CRER OU NÃO CRER... EIS A QUESTÃO

Eu também acreditava. O ruim é que nem tudo em que acredito acontece. Paciência!

Acredito também no título do segundo turno. O bom é que muita coisa do que acredito acontece.

Mas, enquanto não começa o returno, vamos à vitória no sábado, pelo Nordestão. 

E que vença o melhor do globo, no Potiguarzão.

18 de fevereiro de 2017

Yes we can

Domingo, 17:00 horas no Dunão, jogaremos contra o Assu e dependendo de nossa vitória e resultado de terceiros poderemos ir à final do turno contra os de preto. Impossível? Não. Apesar da campanha aquém da desejada e apesar do "formador" de opiniões avivar apenas as cores dos nossos erros, eu acredito e vou a campo, viu? Afinal... YES WE CAN, né?

15 de fevereiro de 2017

Calo de sangue

América vence o Baraúnas em Mossoró e descarrega toda a carga negativa que teimava em rondar sobre nossa equipe. Eu, como otimista que sou, acredito que poderemos ainda fazer um "calo de sangue" neste campeonato, viu? Tem burrinha com orelha em pé, né?

12 de fevereiro de 2017

BOTA UM MEIA, TELÊ!

Resultado de imagem para MEIA VELHA
Para liderar, ser o dono da boa, distribuir o jogo, dar confiança aos companheiros e à torcida e dar preocupação aos adversários. Pelo menos um meia, Beto. Troca dois ou três por um.

11 de fevereiro de 2017

SURIAN

É o menos culpado pelos resultados catastróficos recentes. Com atacantes que não conseguem fazer gols (mesmo estando embaixo da trave e mesmo cobrando pênaltis) e zagueiros fazendo lambança lá atrás, queria o quê? Está na hora de trocar alguns atletas que não justificaram a vinda para o América. Se não temos condições de contratar grandes nomes - e não temos mesmo -, então vamos buscar outros dentro de nossas parcas possibilidades. Sangue novo para aventurar uma recuperação heroica nesse fatídico 2017.

9 de fevereiro de 2017

Seguir em frente

Ontem as cassandras fizeram a festa. América perdeu para o Audax e, além de ser eliminado precocemente da Copa do Brasil, fomos alijados da informação em tempo real. A "briosa" praticamente ignorou a torcida americana, Precisamos recorrer aos recursos da internet para saber que vendemos caro a derrota, que estivemos classificados até aos 38 do segundo tempo e que não fomos, como alguns queriam, pato morto. Fazer o que senão seguir em frente, né?

8 de fevereiro de 2017

De véspera nunca!

Hoje, logo mais, o América enfrentará o imbatível, o insuperável, o time que venceu o São Paulo por quatro a não sei quanto, o Dream Time Audax. Coitadinho de nós, pelo menos para as "cassandras" , as favas estão contadas! Sei não, sempre vi o América de Natal superar obstáculos e previsões dos "isentos". Não foram poucas as línguas queimadas em memoráveis jornadas pelo Brasil à fora, mas para uns mais vale a tênue lembrança do exílio numa África distante... Isto é que chamo de memória seletiva, isso é que chamo matar de véspera, isso é que não admito! Somos Dragões, temos orgulho e tradição, temos que acreditar e, se Deus quiser, sair com a classificação de Osasco. Não somos de morrer de véspera, né?